MUNDO

19/11/2019  13:55:12

 

Queda na casa própria atrai investidores nos EUA para locação

Por: da Redação

 

Nas 130 principais regiões urbanas dos EUA, apenas 54% dos estadunidenses têm renda suficiente para comprar um imóvel residencial, que custe no máximo 20% abaixo do preço médio de cada região. Esse índice, que em 2012 era de 78%, vem caindo gradativamente, obrigando muitos moradores a alugar em vez de comprar um imóvel, empurrando investidores para conjuntos residenciais, exclusivamente, para aluguel. Esses dados foram apurados pela consultoria John Burns Real Estate e mostram que o percentual já é bem mais baixo em regiões notoriamente caras para a aquisição da casa própria, como no Estado da Califórnia.

 

 

 

Nas cidades de San Francisco e San José, os índices de acesso ao imóvel próprio são de apenas 11% e 18% da população, respectivamente.

 

“Na medida em que cresce a dificuldade para a compra do imóvel, aumenta a demanda por imóveis para aluguel naquele país. Hoje, 35% dos estadunidenses já vivem em imóveis alugados e isso está atraindo o interesse de investidores, inclusive brasileiros, em conjuntos habitacionais exclusivamente para aluguel”, afirmou o empresário Carlos Vaz, considerado especialista em investimentos imobiliários nos EUA e no Brasil.

 

Na mira do investidor brasileiro

 

Brasileiro, radicado em Dallas, Vaz é co-fundador e Ceo da Conti Real Estate Investments, com sede na cidade. O empresário permanece no Brasil esta semana para uma série de contatos com investidores, que vêm acompanhando a evolução do mercado imobiliário nos EUA e, segundo ele, já perceberam a oportunidade envolvendo imóveis residenciais para aluguel.

 

Conforme Vaz, alguns já investiram na região de Dallas-Fort Worth, quebrando uma rotina de muitos anos envolvendo investimentos de brasileiros nos EUA, que em geral eram direcionados a imóveis no Estado da Flórida.

 

“O investidor brasileiro já entendeu que se o objetivo é investir para ter renda, a compra de um imóvel em áreas supervalorizadas pode trazer mais risco do que retorno, já que o lucro na hora da venda não é garantido. Mas aplicar em imóveis para aluguel gera renda desde o início da aplicação” disse o empresário, escolhido recentemente pelo Dallas Business Journal entre os Ceos mais admirados da cidade que mais cresce nos EUA.

 

Novo fundo de investimentos

 

Segundo a consultoria John Burns, no momento, investir em imóveis residenciais para aluguel é a opção que mais cresce no mercado imobiliário dos EUA. Para a empresa, a tendência, confirmada pela própria John Burns, já apontava tal movimento em seus levantamentos, em 2015. Para a consultoria, a eliminação, no início de 2019, de benefícios tributários para a compra da casa própria nos Estados Unidos, e os preços fora do alcance dos consumidores da classe média, devem contribuir para acelerar ainda mais a demanda por imóveis para aluguel.

 

Sobre a Conti

 

Co-fundada e presidida por Carlos Vaz, a Conti Real Estate Investments é uma empresa dedicada a investimentos em conjuntos residenciais multifamiliares, que busca gerar retorno para investidores. A empresa concentra seus investimentos no Estado do Texas, um dos que mais crescem economicamente nos EUA, nos últimos anos.

 

Fundada em 2008, a empresa informa que hoje administra cerca de 10 mil unidades residenciais para aluguel e já movimentou mais de US$1 bilhão em ativos. Com sede em Dallas e investidores em diversos países, a empresa conta com uma equipe de 250 pessoas.

Reprodução

Dados da consultoria mostram que o percentual já é bem mais baixo em regiões notoriamente caras para a aquisição da casa própria, como no Estado da Califórnia

PUBLICIDADE

Banner_Santana_-_Serviços_Tercerizados.j
Banner_França_-_145x240.jpg

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine