BEM ESTAR

21/10/2021   11:49:43

 

 

Autoatendimento de varejo ganha espaço nos condomínios

Por: da Redação

 

Conheça uma iniciativa preparada para o mundo pós-covid

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A aposta dos condôminos numa realidade pós-confinamento tem levado diversos moradores a optar e experimentar um novo comportamento de consumo dentro do próprio condomínio.  Conhecidas como retailtechs, trata-se de uma proposta de implantação de minimercados autônomos com praticidade, conveniência, qualidade e segurança aos consumidores.

 

O conceito é baseado no honest market, instalado dentro de condomínios residenciais verticais e horizontais, empresas, hotéis, clubes, marinas e academias, que opera durante 24 horas por dia, sete dias por semana.

 

De acordo com Guilherme Mauri, Ceo da Minha Quitandinha, uma retailtech, mesmo com o avanço da vacinação contra o coronavírus, muitos consumidores que enfrentaram o confinamento e se adequaram às medidas de restrição, não pretendem abrir mão da segurança e comodidade oferecidas através das novas experiências de consumo, que surgiram neste período pandêmico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E foi apostando nessa mudança de comportamento dos condôminos residenciais e comerciais que as retailtechs estão vislumbrando um futuro promissor. Segundo um mapeamento feito pela RetailTech Mining, são quase 270 startups especializadas em varejo, a maioria focada em operações e engajamento do consumidor. Dentre as retailtechs, a Minha Quitandinha vem se destacando, afirmou Mauri.

 

“Para o consumidor é tudo intuitivo: o minimercado está às mãos e é totalmente viabilizado pelo sistema de self-checkout. As compras são realizadas por meio de um app de celular gratuito, que por geolocalização identifica a loja e permite o passo a passo seguinte e bem simples: escanear o código de barra dos produtos que deseja adquirir e pagar diretamente pelo aplicativo, via cartão de crédito e débito”, explicou o Ceo da Minha Quitandinha.

 

O executivo ainda afirmou que no varejo pós-pandemia, a tecnologia será essencial para atender melhor os clientes, proporcionando experiências de compras mais seguras, práticas e cômodas para enfrentar o ceticismo dos consumidores.

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • https://www.linkedin.com/company/72259547/admin/

Thiago Viana / Divulgação

Guilherme Mauri -  Thiago Viana - Divulgação).jpg

“Para o consumidor é tudo intuitivo: o minimercado está às mãos e é totalmente viabilizado pelo sistema de self-checkout", explicou Mauri

Thiago Viana / Divulgação

Ganha espaço nos condomínios o autoatendimento de varejo (Thiago Viana - Divulgação).jpg

"As compras são realizadas por meio de um app de celular gratuito, que por geolocalização identifica a loja e permite o passo a passo seguinte e bem simples"

PUBLIEDITORIAL

BANNER (Aplicativo Acresce).gif

PUBLICIDADE

Banner Dado 6.jpg
Banner_França_-_145x240.jpg
Banner Sicon - vertical.jpg