CIDADES

17/6/2021   11:07:09

 

 

Volta da inflação faz Copom elevar juros e impacta financiamento

Por: da Redação

 

A reunião da quarta-feira (16) do Comitê de Política Monetária (Copom) confirmou as previsões dos economistas de mais um reajuste aumentando a taxa de juros Selic, em 0,75%, que elevou a taxa básica de 3,5% para 4,25% ao ano — o maior patamar registrado desde o início de fevereiro do ano passado.

 

Mas quais os impactos desse novo aumento para quem tem um financiamento imobiliário? Para advogada, que atua em financiamento imobiliário, Daniele Akamine, a taxa tem impacto relevante no mercado imobiliário, tanto para quem quer investir nesse mercado quanto na compra e financiamento de imóveis. “Os juros praticados pelos bancos tendem a aumentar quando a Selic está em alta e, geralmente, são menores quando ela está em baixa. Mesmo com esse aumento, ainda temos a menor taxa de juros da história para quem pretende adquirir a casa própria”, avalia.

 

Mas a especialista lembra que em cenários de aumento da taxa de juros existe uma dificuldade maior para adquirir imóveis, pois há a possibilidade de o financiamento ficar mais caro. 

 

De acordo com Akamine, a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), defende que o novo aumento da taxa básica de juros (Selic) foi uma medida técnica da Instituição para conter o avanço da inflação no País e, mesmo com a elevação da Selic, as taxas de crédito imobiliário seguem em patamares baixos e o setor se mantém atrativo tanto para investimentos quanto para os interessados na aquisição da casa própria. 

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • https://www.linkedin.com/company/72259547/admin/
Banner_França_-_145x240.jpg
Banner Sicon - vertical.jpg