SEGURANÇA

8/4/2021  09:07:07


 

Inadimplência cresce e volta a assombrar condômino

Por: da Redação

 

Para diretora do sindicato do mercado imobiliário de São Paulo, aumento de 40% na inadimplência condominial “trata-se de mero represamento das ações”

EVOLUÇÃO MENSAL DAS AÇÔES CONDOMINIAIS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De acordo com dados do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), divulgados pelo sindicato do mercado imobiliário (Secovi-SP), foram protocoladas em fevereiro, na cidade de São Paulo, 637 ações por falta de pagamento nos condomínios, aumento de 40% em relação a janeiro (455 casos).

 

Entretanto, na opinião da advogada Moira Toledo, diretora executiva da vice-presidência de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, os números são positivos e corroboram a tendência de redução da inadimplência mesmo diante da pandemia.

 

“Mero represamento das ações”

 

Para Toledo, “as pessoas estão priorizando o bom funcionamento das estruturas condominiais. Janeiro teve um volume de distribuição muito abaixo da média e isso fez com que parecesse que os números de fevereiro fossem alto. Mas trata-se de mero represamento das ações”, afirmou a diretora.

 

Em relação ao mesmo mês de fevereiro ano anterior, segundo o sindicato, houve redução de 16,2% (760 ações). No acumulado nos últimos 12 meses, foram protocoladas 9.329 ações, 9,9% a menos que as 10.356 ações registradas entre março de 2019 e fevereiro de 2020, conforme a entidade do mercado imobiliário.

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • https://www.linkedin.com/company/72259547/admin/

Fonte: Secovi-SP

Número de ações condominiais (Gráfico-Se