MERCADO

9/6/2021   09:37:12

 

 

Inadimplência nos condomínios desperta interesse de plataforma

Por: da Redação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A inadimplência de condôminos é um dos desafios nos condomínios. Segundo uma plataforma financeira virtual que atua no mercado imobiliário, nos últimos dez anos, o percentual de quem não paga em dia a taxa condominial, se manteve sempre alto, entre 14% e 18%. O impacto deste indicativo é sentido hoje por mais de 50 milhões de brasileiros que, mesmo pagando em dia, gastam mais do que deveriam com o condomínio em virtude da falta de previsibilidade que a dívida produz no caixa dos condomínios.

 

Para explorar esse mercado, a Superlógica, lançou um produto dentro de seu portfólio de gestão administrativa, que, segundo a empresa, garante o recebimento integral dos recursos para o condomínio, reduzindo o valor que cada morador paga mensalmente.

 

A proposta da plataforma virtual é de assumir a inadimplência do condomínio e garantir mensalmente que o valor integral será recebido em uma data fixa, descontando uma taxa de serviço. A cobrança dos inadimplentes é feita posteriormente, em nome do condomínio, ficando a empresa com todos os custos.

 

Ceo da empresa, Carlos Cêra tentou explicar: “em um condomínio de 100 apartamentos com R$ 60 mil de despesas, a taxa mensal deveria ser de R$ 600,00, certo? Só que na realidade a conta fica bem mais cara, pelo menos R$ 690,00, justamente por causa dos inadimplentes e a imprevisibilidade que eles provocam. Com o novo produto, temos o potencial de mudar esse cenário, porque o síndico não precisará arrecadar mais do que precisa para pagar as contas, já que sabe exatamente quando e quanto irá receber o valor”, disse.

 

Cêra contou que em 2020 transacionou mais de R$ 14 bi através de soluções financeiras. A empresa promete taxas atraentes, com análise de crédito que leva em consideração o histórico de inadimplência de cada condomínio.

 

O executivo defendeu que “o preço atende todos os perfis de clientes. A Superlógica cobrará taxa zero para condomínios com poucos mal pagadores, no entanto, mesmo para aqueles que enfrentam grandes problemas, o valor cobrado pelo serviço ficará bem abaixo do custo atual do condomínio com a inadimplência. Isso tem potencial de reduzir de forma relevante o valor do condomínio”, afirmou.

 

A empresa, com aporte de R$ 300 milhões, recebidos no ano passado, tem ambição de atender à metade do mercado brasileiro endereçável, o equivalente a 100 mil condomínios, em até 4 anos.

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • https://www.linkedin.com/company/72259547/admin/

Arquivo

Inadimplência nos condomínios desperta i

A proposta da plataforma virtual é de assumir a inadimplência do condomínio e garantir mensalmente que o valor integral será recebido em uma data fixa, descontando uma taxa de serviço