CIDADES

26/10/2019  21:23:06

 

Falta de pagto. do aluguel lidera entre ações locatícias em SP

Por: da Redação

 

No geral, o sindicato das imobiliárias de São Paulo mostra que em setembro foram ajuizados 1.212 processos locatícios, um aumento de 3,8%, quando comparado ao mesmo mês de 2018, que registrou 1.168 ações

 

O número de ações locatícias na Justiça de São Paulo, em setembro, por falta de pagamento do aluguel (1080) representou 89,1% do total de processos, seguido das ações ordinárias/despejo, com 62 casos (5,1%). As ações renovatórias e consignatórias dão conta de 58 (4,8%) e 12 (1%) ações, respectivamente. Dados foram divulgados pelo sindicato das imobiliárias (Secovi-SP), baseado em informações do Tribunal de Justiça do Estado.

 

EVOLUÇÃO MENSAL GERAL DAS AÇÕES LOCATÍCIAS

 

 

 

 

 

 

 

 

No geral, em setembro, foram 1.212 ações, um aumento de 3,8%, quando comparado ao mesmo mês do ano passado(1.168). Ainda no total, de janeiro a setembro deste ano, foram contabilizadas 12.087 ações, um aumento de 0,5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram totalizados 12.029 processos.

 

Também subiu em 1,5% o número de ações acumuladas de outubro de 2018 a setembro de 2019 (contabilizados 16.108 casos), em relação ao período de outubro de 2017 a setembro de 2018 (com 15.876 ações registradas).

 

Entenda o significado de cada ação

 

Falta de pagamento

 

Motivada por inadimplência do inquilino.

 

Consignatória

 

Movida quando há discordância de valores de aluguéis ou encargos, com opção do inquilino pelo depósito em juízo.

 

Ordinária (Despejo)

 

Relativa à retomada de imóvel para uso próprio, de seu ascendente ou descendente, reforma ou denúncia vazia.

 

Renovatória

 

Para renovação compulsória de contratos comerciais com prazo de cinco anos.

Fonte: Secovi-SP

PUBLICIDADE

Banner_Santana_-_Serviços_Tercerizados.j

PUBLICIDADE

Banner_França_-_145x240.jpg

PUBLICIDADE

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine