SEGURANÇA

15/3/2020  22:23:33

 

Entidades ligadas a condomínios sugerem controle de visitantes

Por: da Redação

 

Segundo iniciativa do Creci-SP, em parceria com a Aabic, campanha para evitar arrastões das entidades incentiva os condomínios a adotarem um Livro de Registro de Visitas

 

Condomínios da cidade de São Paulo estão sendo incentivados a adotar um Livro de Registro de Visitas para controlar o acesso de pessoas nos edifícios. A iniciativa faz parte da campanha de uma entidade representativa de administradoras de condomínios no Estado, e do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A intenção, segundo a representante das administradoras, é conter a ação de criminosos que invadem os condomínios para promover assaltos e arrastões, como os casos registrados nas últimas semanas nos bairros paulistanos de Moema e Ipiranga, na zona Sul, e na cidade de Osasco, na Grande São Paulo.

 

Produzido pelo conselho de corretores de imóveis, o livro é disponibilizado gratuitamente a porteiros e zeladores de mais de 16 mil condomínios administrados pelas associadas à Aabic.

 

Ao acessar uma unidade, os prestadores de serviço precisam preencher o livro com seus dados pessoais e os dados do cliente. No caso dos corretores de imóveis, será indispensável apresentar o cartão de regularidade profissional, expedido pelo Creci. O documento tem uma data de validade renovável a cada ano e também possui a foto e os dados do profissional.

 

De acordo com a Aabic, faz parte da estratégia dos criminosos se passar por corretores de imóveis, autoridades e prestadores de serviço para acessar a parte interna dos empreendimentos.

 

Na invasão ao condomínio no bairro do Ipiranga, no final de dezembro do ano passado, assaltantes usaram roupas e distintivos da Polícia Civil e apresentaram mandados de prisão aos funcionários da portaria, que liberaram a entrada do grupo. “As quadrilhas estão cada vez mais especializadas e bem informadas, o que requer atenção conjunta de síndicos, zeladores, funcionários e moradores”, diz o presidente da entidade de administradoras de condomínios, José Roberto Graiche Júnior.

 

Segundo a associação, criminosos costumam obter informações sobre os imóveis disponíveis para locação ou venda em classificados e anúncios da internet. Munidos desses detalhes, eles se passam por interessados em alugar ou comprar as unidades vazias, momento oportuno para entrar em apartamentos vizinhos. Já foram registradas, ainda, ações em que grupos retornam à noite e se instalam à espera do momento ideal para cometer os crimes, informou a Aabic.

 

Além do Livro de Registro de Visitas, o Creci-SP e a Aabic pretendem disponibilizar uma cartilha informativa com dicas de segurança para zeladores, porteiros, síndicos e moradores. Além das táticas mais comuns utilizadas pelos criminosos, o material lista uma série de medidas preventivas.

 

São informações que orientam para a contratação de um profissional ou escritório credenciado para venda e aluguel de imóveis, reforço no sistema de alarme e investimento em treinamento para funcionários.

 

A campanha com os corretores de imóveis é mais uma iniciativa da entidade de administradoras de condomínios para aumentar a segurança nos edifícios de São Paulo.

 

No ano passado, a associação firmou uma parceria para integrar câmeras dos condomínios da cidade ao programa de monitoramento da prefeitura paulistana, o City Câmeras.  As imagens são enviadas a uma plataforma de armazenamento em nuvem (rede digital de armazenamento), ficam à disposição do comando da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e podem ser compartilhadas com as polícias Civil e Militar.

Arquivo

No ano passado, a associação firmou uma parceria para integrar câmeras dos condomínios da cidade ao programa de monitoramento da prefeitura paulistana, o City Câmeras

PUBLICIDADE

Banner_Santana_-_Serviços_Tercerizados.j

PUBLICIDADE

Banner Empreiteira FM 1 (420x240).jpg
Banner_França_-_145x240.jpg

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine