BEM ESTAR

24/10/2019  22:12:11

 

Mulheres devem mais contas de água, luz e gás do que homens

Por: da Redação

 

Divisão por gênero mostra que eles têm mais dívidas atrasadas em bancos e cartões, enquanto elas devem mais em utilities. Total de inadimplentes ficou estável em agosto de 2019

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dados divulgados pela Serasa Experian mostram que em agosto a inadimplência ficou estável permanecendo em 63,4 milhões. Segundo a empresa, que presta serviço de informações de crédito, o número representa 40,6% da população adulta do País. Na visão por gênero, os homens são a maior parte (50,8%), devendo mais para o segmento de bancos e cartão. Já as mulheres (49,2%) têm mais dívidas atrasadas em utilities – contas de água, luz e gás. No geral, a inadimplência teve variação de quase 3% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

 

Para Luiz Rabi, economista da empresa, o mito de que mulheres devem mais não existe. “Podemos falar que hoje os gêneros estão em pé de igualdade, ambos impactados fortemente pelo desemprego no País. Apesar disso, os dados indicam uma estabilidade no número nos últimos meses, um sinal de alívio para a economia do País”, acredita.

 

Homens devem mais para o setor financeiro

 

A representatividade da soma de bancos e cartões e financeiras é maior no montante de dívidas atrasadas dos homens (40%) do que nas mulheres (37,3%). Elas têm mais contas negativadas em utilities (água, luz e gás) e Varejo.

 

Segundo o economista, os homens costumam assumir mais compromissos com instituições financeiras do que as mulheres. "É mais comum que os financiamentos de veículos e imóveis, por exemplo, sejam feitos por eles. Isso, na avaliação de Rabi, se deve pela maior renda da população masculina, que acaba tendo a aprovação de crédito mais fácil do que para mulheres".

 

Tocantins é recordista com homens inadimplentes

 

Entre os estados, Tocantins se destaca pela maior porcentagem de homens entre os inadimplentes (56,3%), acima da média nacional de 50,8%. Mato Grosso (56,1%) e Roraima (54,6%) aparecem na sequência. Já na Paraíba (53,4%), Alagoas (53,1%), Pernambuco (52,9%), Ceará (52,7%), Piauí (52,2%), Rio Grande do Norte (51,9%), Bahia (51,4%), Sergipe (50,8%), Amapá e Amazonas (ambos com 50,6%) as mulheres são maioria entre os devedores.

 

Confira na tabela

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Responsável pela cobrança dos inadimplentes, a Serasa defende a organização da vida financeira como essencial para volta ao acesso ao crédito. A esse respeito a empresa, disponibiliza um canal digital e gratuito para que os consumidores negociem as dívidas atrasadas com os credores.

 

Chamado Serasa Limpa Nome, de acordo com a empresa, a plataforma online pode dar descontos de até 90%, dependendo do parceiro. Hoje, a alternativa tem 16,5 milhões de dívidas negativas e 16,4 milhões de não negativadas disponíveis na plataforma.

Arquivo

Já as mulheres (49,2%) têm mais dívidas atrasadas em utilities – contas de água, luz e gás

Fonte: Serasa Experian

PUBLICIDADE

Banner_Santana_-_Serviços_Tercerizados.j

PUBLICIDADE

Banner_França_-_145x240.jpg

PUBLICIDADE

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine