top of page

18/12/2023      11:19 :03 (Atualizado há 3h)

 

 

Brasileiros reclamam de xenofobia para alugar imóveis em Portugal

Por: Paloma Guedes

De Lisboa para a BBC News Brasil

 

A advogada brasileira Márcia Alcantara, de 41 anos, foi transferida pela empresa na qual trabalha para Portugal em agosto. Todos os custos da mudança foram pagos pela companhia, e um serviço de realocação foi contratado para ajudá-la a achar um lugar para morar com seu marido e dois filhos.

 

Mas, apesar de todo esse apoio, Márcia ficou com uma péssima lembrança do dono de um dos imóveis em que tinha interesse. “Quando a pessoa que estava me ajudando a achar apartamento, uma portuguesa muito experiente, disse que era para uma cliente do Brasil, ele simplesmente começou a se exaltar”, conta Márcia.

 

“Ele disse que não alugava apartamentos para brasileiros, que são todos 'fanfarrões' e barulhentos, que colocam muitas pessoas na casa porque não têm condições, etc.”

 

Márcia conta que a assessora portuguesa então explicou calmamente que o proprietário estava enganado e que sua cliente era uma advogada casada e com filhos que tinha um contrato de trabalho fixo.

 

“Ao receber essas informações, ele se acalmou um pouco e tentou voltar atrás, se explicar, mas aí quem não quis nem ver a casa fui eu, tamanho foi o desrespeito sem nem ao menos saber sobre minha história.”

 

Brasileiros que têm atravessado o Atlântico para começar uma nova vida em Portugal têm encontrado essa mesma dificuldade na hora de buscar um lugar para morar.

 

A corretora brasileira Amanda Barreto Mello, que trabalha com venda e aluguel de imóveis em Portugal desde 2015, diz que já ouviu claramente de donos de imóveis que eles não gostariam de alugar para brasileiros.

 

“Em uma das vezes, a proprietária disse: 'Não quero pretos e nem brasileiros! Não sou preconceituosa, mas tive más experiências’.”

 

Embora não haja dados oficiais de denúncias feitas a órgãos de governo, as reclamações de brasileiros rejeitados como inquilinos, em alguns casos com alguma dose de xenofobia, são relatadas com frequência em grupos e perfis em redes sociais.

 

Quando a BBC News Brasil perguntou a brasileiros que vivem em Portugal em grupos no Facebook se alguém já havia passado por problemas ou sofrido xenofobia dos proprietários, a maioria das respostas foi que sim.

 

"A pergunta é: quem não teve dificuldade?", disse um usuário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outro falou: "Se alguém passou ou tá passando? É melhor perguntar quem não passou!".

 

Mas uma usuária argumentou que o comportamento dos conterrâneos também não ajuda.

 

"Muitos brasileiros estragam os imóveis, fora as músicas altas e gritarias. Digo isto porque foi um próprio senhorio que disse.”

 

Esses motivos são apontados com frequência por donos de imóveis ao recusar potenciais inquilinos brasileiros, diz a corretora Amanda Barreto Mello.

 

“O que sempre ouvi, de forma geral, é que os brasileiros fazem mais barulho, escutam música alta e colocam mais pessoas em casa do que foi dito inicialmente”, afirma.

Amanda acrescenta que "a falta de fiador, não ter a declaração do imposto de renda e não ter um contrato de trabalho são, sem dúvidas, as maiores dificuldades que os brasileiros têm na hora de alugar um imóvel aqui em Portugal".

 

A corretora portuguesa Ana Aires Pereira argumenta que as dificuldades enfrentadas por brasileiros para alugar uma casa ou apartamento estão mais ligadas a questões financeiras e burocráticas do que à sua nacionalidade.

 

“As dificuldades que os brasileiros têm são as mesmas de todos os que não têm como provar os seus rendimentos ou não têm histórico suficiente para dar as garantias que os senhorios solicitam, inclusivamente os portugueses”, diz.

 

As exigências são feitas pelos proprietários para diminuir o risco de receber um calote e passam pelo pagamento adiantado de três aluguéis e duas cauções e apresentação de fiador e de contrato de trabalho sem data para terminar.

 

“São condições difíceis de reunir em simultâneo para quem procura alugar um imóvel e acabou de chegar do estrangeiro”, afirma a corretora.

 

"Os proprietários não discriminam pela nacionalidade do locatário, mas pela falta de dos requisitos que determinaram."

Arquivo Pessoal

A corretora Bruna Dutra diz que já se deparou com o preconceito contra brasileirosbrasileiros

PUBLICIDADE

Banner Dado 6.jpg
Banner de anunciante
Banner de anunciante
Banner de anunciante
bottom of page