CULTURA E LAZER

10/3/2021  10:13:23

 

 

De casa, visite o“Egito Antigo: do Cotidiano à Eternidade”

Por: da Redação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nem é preciso sair de casa para conhecer a exposição Egito Antigo: Do Cotidiano à Eternidade. A mostra, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) Brasília, mas com visitações presenciais suspensas devido ao avanço da Covid-19 no Distrito Federal, também conta com uma versão virtual pelo www.ccbbvirtual.com.br.

 

No tour, é possível conferir as peças oriundas diretamente do Museo Egizio de Turim, na Itália, o segundo maior em acervo de cultura egípcia do mundo. O catálogo online (clique aqui) e o aplicativo Musea (disponível aqui) são outras formas de acessar os conteúdos de Egito Antigo, remotamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O tour digital da exposição conta com gravações feitas na passagem da mostra pelo CCBB Rio de Janeiro, em 2020. Além de percorrer os ambientes, o visitante virtual pode clicar nas imagens das peças e conferir o descritivo e a data de cada uma delas. O curador, Pieter Tjabbes, narra a visita, trazendo curiosidades sobre a civilização egípcia ao expectador. Há também audiodescrição das obras.

 

Assim como a mostra montada no CCBB, a versão virtual está dividida em seções. Começa pela maquete da piramide de Gizé e a estátua de Ramsés II, que chamam a atenção pelo tamanho e os detalhes. Nas visitas presenciais, eram dos cenários favoritos do público para registros fotográficos.

 

Vida cotidiana, Religião e Costumes Funerários

 

A primeira seção, Vida Cotidiana, traz imagens do Nilo, sítios arqueológicos, tumbas e objetos importantes que transportam o público para o modo de vida de uma civilização intimamente ligada à figura do Sol, Deus representado em pinturas, escritos, adereços e objetos, entre outros artefatos, relacionados ao Egito Antigo. 

 

A seção Religião ilustra a relação dos egípcios com o sagrado. Eles eram politeistas e, assim, acreditavam em um grande número de divindades. A forma mais íntima de devoção pessoal era o culto votivo, que envolvia a consagração de objetos, representando essas divindades. Muitos dos deuses assumiam a forma animal como a deusa Sekhmet, que tem corpo de mulher e a cabeça de um leão.

 

Costumes Funerários, seção denominada Eternidade na mostra presencial, retrata os ritos e a vida pós-morte. Há peças da época e cenários que imitam o interior de uma tumba. Neste ambiente, também há dados sobre o sofisticado processo de mumificação, que consistia na retirada dos órgãos internos, depois tratados e guardados em vasos canópicos. Os egípcios acreditam que era preciso preservá-los para assegurar a vida eterna. Só o cérebro era descartado e o coração, a casa da alma, era recolocado na múmia.

 

É nessa última seção da exposição que também estão imagens de sarcófagos, múmias de animais e uma múmia humana da 25ª dinastia.

 

Livro online

Outra forma de explorar a exposição virtual é conferindo o livro online da mostra. A versão digital reúne imagens das obras, com todas as especificações, além de contar a história dessa  coleção de uma maneira mais aprofundada. É possível fazer o download do material clicando aqui.

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • https://www.linkedin.com/company/72259547/admin/

Divulgação

De casa, visite o Egito Antigo do Cotidi

No tour, é possível conferir as peças oriundas diretamente do Museo Egizio de Turim, na Itália, o segundo maior em acervo de cultura egípcia do mundo

Divulgação

O curador, Pieter Tjabbes, narra a visita, trazendo curiosidades sobre a civilização egípcia ao expectador. Há também audiodescrição das obras

Banner_França_-_145x240.jpg
Banner Sicon - vertical.jpg

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine