SEGURANÇA

13/1/2020  22:10:23

 

Especialista trata do imóvel em garantia de empréstimo

Por: da Redação

 

Para  a advogada e especialista em negócios imobiliários, Daniele Akamine, começar o ano com a vida financeira equilibrada nem sempre é fácil, pois muitas famílias acumulam os gastos de final de ano com presentes, viagens e compromissos financeiros de janeiro, como IPVA, material escolar e lazer de férias, por exemplo. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem possui um imóvel quitado e não quer ter problemas com a dívida do cartão ou utilizar o cheque especial pode optar, na avaliação da advogada,  pelo chamado home equity ou empréstimo com garantia de imóvel. Esse tipo de operação é voltado a clientes que necessitam de um empréstimo num valor acima de R$ 30 mil e é limitado a até 60% do valor de avaliação do imóvel.

 

As taxas de juros nessa modalidade variam de acordo com a instituição financeira, mas geralmente giram em torno de 1,09% ao mês e o prazo de pagamento pode chegar a 20 anos. Para se ter uma ideia, Akamine destacou que no caso do cheque especial, os juros podem chegar a 8% ao mês, conforme o novo limite estabelecido pelo Banco Central. 

 

Segundo a advogada, proprietária da Akamines Negócios Imobiliários, para conseguir o crédito na modalidade home equity é necessário que o imóvel a ser dado como garantia esteja parcialmente quitado, pelo menos 70% do imóvel deverá estar pago, com toda a documentação em ordem e no nome da pessoa que está contratando o crédito, ou, ainda que essa pessoa participe do contrato, concordando com a garantia.

 

O imóvel pode ser casa, apartamento, galpão, prédio, escritório ou qualquer outro ativo imobiliário residencial ou comercial – desde que contemple as condições citadas pela advogada. “Se a pessoa que irá contratar o empréstimo ainda estiver pagando as prestações do imóvel, por exemplo, a instituição financeira não irá liberar o crédito, mesmo que o financiamento esteja em seu nome”, explicou Akamine.

 

A advogada também alertou que nenhum empréstimo deve ser adquirido do dia para noite e que é prudente analisar a própria situação financeira antes de buscar o home equity. “Avalie se a quantia pretendida é a adequada, qual o melhor banco para fazer essa operação, como está sua capacidade para arcar com as prestações e, por fim, se esse tipo de operação é o melhor para o seu objetivo”, concluiu.

Ilustração/Magal

O imóvel pode ser casa, apartamento, galpão, prédio, escritório ou qualquer outro ativo imobiliário residencial ou comercial

PUBLICIDADE

Banner_Santana_-_Serviços_Tercerizados.j
Banner_França_-_145x240.jpg

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine