CULTURA E LAZER

6/4/2021  16:47:11

 

 

Tour virtual revela obras de Ivan Serpa, que estão no CCBB-SP

Por: da Redação

 

Devido à pandemia a visitação presencial encontra-se suspensa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sem sair de casa os moradores já podem conhecer as obras de Ivan Serpa na exposição "Ivan Serpa: a expressão do concreto", através do tour virtual e visualizar imagens em 360º, com os comentários dos curadores da mostra. Os trabalhos de Serpa estão exposto no Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo (CCBB-SP) e a visitação presencial está suspensa devido ao combate à pandemia.

 

A exposição é uma ampla retrospectiva de um dos mais importantes mestres da história da arte brasileira, inaugurada no início do ano, no dia 3 de fevereiro. A mostra apresenta 200 trabalhos, de diversas fases do artista que morreu precocemente (1923/1973), mas deixou obras que abrangem uma grande diversidade de linguagens, utilizando várias técnicas, tornando-se uma referência para novos caminhos na arte visual nacional.

 

Ivan Serpa: a expressão do concreto percorre a rica trajetória do artista, expoente do modernismo brasileiro, através de obras de grande relevância selecionadas em diversos acervos públicos e privadas.

 

Com curadoria de Marcus de Lontra Costa e de Hélio Márcio Dias Ferreira, a mostra apresenta obras de todas as fases e técnicas utilizadas pelo artista: concretismo / colagem sob pressão e calor / mulher e bicho / anóbios (abstração informal) / negra (crepuscular) / op - erótica / anti-letra / amazônica / mangueira e geomântica.  

 

A pluralidade criativa e suas expressões ratificam o importante papel do artista na arte moderna brasileira, na criação e liderança do Grupo Frente (Lygia Clark, Lygia Pape, Franz Weissmann, Abrahan Palatinik, Hélio Oiticica e Aluísio Carvão), e através de seu projeto de difundir e motivar as novas gerações para a arte, com suas aulas para crianças e adultos no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. 

 

A virtuosidade de Serpa e seu amplo domínio da técnica e de seus meios expressivos foram reconhecidos já na primeira Bienal de São Paulo, em 1951, quando é considerado o Melhor Pintor Jovem da feira de arte que veio a se tornar um dos principais eventos do circuito artístico internacional.  

A exposição resume a essência da obra desse artista que, apesar de ser mais conhecido pelo Concretismo, também se aventurou pela liberdade do expressionismo, sem nunca perder contato com a ordem e a estrutura. Trata-se de uma exposição única, de um artista complexo, definitiva para reascender a memória sobre esse operário da arte brasileira.

 

Segundo Marcus de Lontra Costa, um dos curadores da exposição, “Ivan Serpa surpreende até hoje por sua extrema sensibilidade, pelo seu permanente compromisso com a liberdade que alimenta a verdadeira criação artística. Enquanto críticos e teóricos cobravam do artista uma coerência estética, veiculando-a a uma determinada escola artística, Serpa respondia com a ousadia e o desprendimento característico dos verdadeiros criadores. Entre tantos ensinamentos, a lição que Serpa nos lega é essa ânsia, esse compromisso permanente com a liberdade e a ousadia que transforma a aventura humana em algo sublime e transformador”, afirmou.

 

Já na avaliação de Hélio Márcio Dias Ferreira, pesquisador especialista na obra do artista,  por isso, hoje e sempre, é preciso manter contato com a produção desse artista exemplar que transforma formas e cores num caleidoscópio mágico, múltiplo e íntegro em sua linguagem expressiva. Agradecemos a Ivan Serpa pelo seu legado, que deixou um rastro de liberdade na arte brasileira, da modernidade aos nossos dias. Lembremos que, na sua relativamente curta trajetória, ansioso por viver e trabalhar, desde pequeno viveu sob a ameaça da morte, mas encontrou tempo para ensinar aos outros o poder da arte”, disse. 

 

“Trajetórias corajosas, como as de Ivan Serpa, acentuam a importância da ação artística como instrumento de definição das identidades culturais comuns, mas, também, como agente de questionamento e subversão. No mundo contemporâneo é preciso sempre estar atento e forte, e se alimentar de saberes oriundos do passado recente, para que possamos enfrentar os dilemas e desafios do presente e do futuro. Por isso o desafio maior da arte contemporânea é o enfrentamento, e exemplos como o de Ivan Serpa, nos dão a régua e o compasso e nos ensinam a superar e vencer os dragões da maldade”, concluiu Costa.

 

A mostra que passou pelo Rio de Janeiro e Belo Horizonte chegou ao CCBB São Paulo com uma montagem exclusiva pensada para ocupar toda a instituição que a ambientará até o dia 3 de maio. Depois de São Paulo, a exposição segue para o Centro Cultural do Banco do Brasil Brasília.

 

Para o tour virtual da exposição acesse: http://www.ivanserpavirtual.com.br/

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • https://www.linkedin.com/company/72259547/admin/

Reprodução

Tour virtual revela obras de Ivan Serpa,

A exposição é uma ampla retrospectiva de um dos mais importantes mestres da história da arte brasileira (Clique na imagem para o tour virtual)

Banner_França_-_145x240.jpg
Banner Sicon - vertical.jpg

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine