SEGURANÇA

20/8/2020  18:09:12

 

Aparelho destrói vírus em uso doméstico, diz consórcio

Por: da Redação

 

De fácil manuseio, o equipamento, considerado seguro e que pode ser utilizado dentro de casa, portarias de condomínios, empresas, estabelecimentos comerciais e escolas, elimina 99,99% de microorganismos como o vírus da Covid-19, garante consórcio idealizador do equipamento

A tecnologia chamada Box UV-C, semelhante a um microondas doméstico, envolve a utilização de lâmpadas que emitem frequências de raios ultra-violeta, mas que, “ao invés de cozinhar alimentos, os esteriliza, além de desinfetar objetos. Trata-se de uma novidade apresentada por consórcio de empresas, chamado Pop Up Live”.

 

De acordo com Ricardo Van Meenen, sócio-diretor de Criação da Jam Cenografia, integrante do consórcio de idealizadores, o aparelho garante a desinfecção de embalagens, eliminando germes, bactérias, fungos e vírus presentes alimentos, remédios, correspondências, bebidas, além  de objetos pessoais, entre os quais celulares, chaves, bolsas e carteiras.

 

O equipamento é dotado de um sistema de iluminação ultra-violeta (UV), capaz de eliminar 99,99% de microrganismos patogênicos, que são nocivos à saúde, como o novo coronavírus, informou o consórcio de empresas responsável pela iniciativa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No interior do “forno de microondas” é utilizada a tecnologia das lâmpadas UV-C, onde os produtos e objetos poderão ser desinfectados.  Para os empresários do consórcio, o equipamento é um produto que irá fazer parte da nossa cultura, mesmo após o final da pandemia.

 

Segundo os empresários, a eficiência das lâmpadas UV-C na desinfecção de objetos e superfícies é reconhecida no mundo inteiro e atestada em pesquisas realizadas por diversas universidades do Brasil e também do Exterior, como a Universidade de Miyasaki, no Japão. O uso da radiação ultra-violeta ocorre há mais de um século na esterilização de hospitais, aviões, escritórios e fábricas, informaram.

 

Uso nocivo em seres humano, segundo OMS

 

Apesar de seguro na esterilização de objetos e alimentos, a Organização Mundial de Saúde (OMS) não recomenda em nenhuma hipótese o uso das lâmpadas UV-C em seres humanos. Por essa razão, o equipamento tem dispositivos de segurança que impedem o contato do operador com a radiação ultra-violeta.

 

Assim como no sistema utilizado nos fornos de microondas, o aparelho é vedado e impede a passagem dos raios UV. Se a porta se abre, imediatamente, o sistema desliga as lâmpadas.

 

"A caixa utiliza duas lâmpadas de 16 watts, que transmitem um comprimento de onda que vai de 200 nanômetros (nm) a 280 nm”, explicou Van Meenen. “O efeito dessa radiação consegue alterar o DNA e RNA dos micro-organismos e, consequentemente, destruí-los”, completou.

 

A utilização da caixa, ratifica o empresário, é muito simples. “Qualquer pessoa pode operá-la. O usuário coloca o objeto dentro da caixa, que tem o tamanho aproximado de uma baú de entrega delivery. Fecha a porta e aperta um botão. Inicia-se então um ciclo automático de um minuto e meio, suficiente para a eliminação dos microrganismos. Terminado o ciclo, ela desliga automaticamente”, explicou o empreendedor.

 

De acordo com o consórcio responsável pelo aparelho, não existe restrição de uso de objetos ou alimentos, a caixa não altera o aroma e nem o sabor de produtos alimentícios.

Divulgação

Ao fundo, equipamento usado ao lado da entrada de elevadores em condomínio da Mooca, zona Leste de São Paulo

Divulgação

Aparelho elimina germes, bactérias, fungos e vírus presentes em embalagens alimentos, remédios, bebidas, além  de objetos pessoais, como celulares, chaves, bolsas e carteiras, garante consórcio

Banner_França_-_145x240.jpg

Anuncie | Conheça a Folha do Condomínio | Fale Conosco | Cadastre-se
© Copyright 2009. Folha do Condomínio. Todos os direitos reservados
Artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Folha do Condomínio OnLine