12/4/2022    10:00:10

 

 

Intimidade de moradores do Copan é retratada em documentário

Por: da Redação

 

Inaugurado em 1966, hoje, trata-se do maior edifício residencial da América Latina, reunindo mais de 5 mil habitantes na região central de  São Paulo

 

Um dos projetos arquitetônicos mais icônicos de Oscar Niemeyer, o Edifício Copan - localizado na região central da capital paulista - é o tema de um documentário íntimo, que está em produção e se pretende revelador na discussão do momento atual sociopolítico do Brasil. Na direção e responsável pelo roteiro de “Copan” está a cineasta Carine Wallauer, que tem coprodução Brasil/Holanda.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Moradora no prédio, Wallauer transporta, no documentário, o telespectador para dentro da matriz do maior edifício residencial da América Latina. A intenção, segundo a diretora, é desvendar as complexidades deste cenário particular durante a crise nacional generalizada que o País ultrapassa.

 

Trata-se de uma história pessoal e próxima que conduz para além das portas e paredes do Copan, diretamente para a vida íntima de seus habitantes, proporcionando uma experiência humana compartilhada.

 

“Ao documentar a vida dentro do Copan neste momento singular da nossa história, a proposta é iluminar a divisão crescente dentro de um País intensamente atravessado pela política polarizada e a democracia em colapso”, disse Wallauer.

 

Enredo

 

A produção dá foco na crise que o Brasil atravessa, afetando diretamente a forma como a população vive e se relaciona com seu entorno. Entre as mudanças apontadas, estão as paisagens das cidades que vêm sendo modificadas, tal como os corpos que habitam cada espaço estão se redefinindo.

 

Locais que antes abrigavam uma grande diversidade, como o Copan, se reconfiguram, facilitando a afirmação de um sistema hegemônico de habitação e pensamento. “Com uma população de quase 5 mil habitantes, maior do que a de muitos municípios brasileiros, naturalmente, é necessária uma complexa estrutura política para administrar um prédio como o Copan”, acredita Wallauer.

 

Inaugurado com grande prestígio na segunda metade da década de 60 - em 1966 -, anos depois o edifício entrou em decadência, tanto pela desvalorização sistemática do centro de São Paulo, quanto pela falta de manutenção e cuidado interno do prédio. Atividades como tráfico de drogas e prostituição invadiram a estrutura do prédio e transformaram o cartão-postal da cidade em um lugar mal visto.

 

Na década de 90, uma nova proposta de administração trazida por um novo síndico deu início à revitalização da imagem pública do Copan, o que gerou uma gentrificação do espaço, ou seja, um processo de remodelação do edifício, que foi reconfigurado num local descolado e com fama de moderno.

 

Por conta desta nova imagem conquistada, o edíficio passou a oferecer apartamentos alugados por temporada e tem sido procurado por pessoas que têm interesse em viver a experiência de "morar" no Copan, mesmo que por alguns dias.

 

Direção

 

Como diretora e diretora de fotografia, Carine Wallauer tem trabalhado em diversos projetos de ficção e documentário, sendo indicada e premiada em importantes festivais nacionais, como Festival de Cinema de Gramado e Prêmio ABC de Cinematografia.

 

Seu primeiro longa como DoP, Irmã, teve estreia mundial na 70º Berlinale e foi exibido em festivais ao redor do mundo. O filme recebeu o Prêmio Especial do Júri no 23° Rencontres du Cinéma Sud-Américain de Marseille. Wallauer fotografou dois documentários de longa-metragem e três séries documentais com lançamento previsto para 2022, além do episódio brasileiro de Human Playground, série documental holandesa em fase de produção para Netflix. Além de trabalhar em projetos com outros cineastas, desde 2020 se dedica ao seu primeiro longa Copan , como roteirista e diretora. 

 

Em novembro de 2021, Carine Wallauer participou do IDFA - Festival Internacional de Documentários de Amsterdam, o maior festival de documentários do mundo, sendo selecionada para participar IDFAcademy - programa de treinamento para cineastas emergentes, com o objetivo de estimular novos talentos e a produção de documentários de alto nível.

 

Em dezembro do mesmo ano, a diretora foi selecionada no programa Talents do Festival Internacional de Cinema de Berlim - Berlinale - e Copan foi selecionado para o DOCStation, que aconteceu de forma online em fevereiro de 2022.

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • https://www.linkedin.com/company/72259547/admin/

Divulgação

Intimidades de moradores do Copan é retratada em documentário (Divulgação).jpg

Trata-se de uma história pessoal e próxima que conduz para além das portas e paredes do Copan, diretamente para a vida íntima de seus habitantes ...

PUBLICIDADE

Banner Dado 6.jpg
Banner Sicon - vertical.jpg

PUBLICIDADE

Banner Elev - Gif Animado - Tamanho Site.gif
Banner Festa em Papel (135x250).jpg
Banner_França_-_145x240.jpg

1/2